Manias de mãe - Sua mãe também era assim?

13.7.17

Hoje eu tava aqui pensando nas manias que minha mãe tem e que hoje em dia elas fazem muito sentido pra mim e eu quero fazer igual quando tiver um filho.

É estranho a gente ver que está fazendo algo exatamente igual sua mãe fazia. E é legal ver que muita coisa que sua mãe te "obrigava a fazer" (é pro seu bem, sempre disse isso) tem toda a razão. Tem muuuuuita coisa que a gente precisa crescer pra entender. E eu sei que tem mais muita coisa que a gente precisa ter filhos pra entender mais ainda.

Minha mãe não era muito rígida, mas ela colocava bastante limite na gente (em mim e no meu irmão) que hoje eu considero que foram importantes pra moldarem pequenas coisas em nós. Eram regrinhas fáceis de seguir e cumprir, mas que quando a gente é criança parece chato e irritante. Aliás, na infância qualquer regra que a gente é obrigado a seguir é chato, né?! A gente só quer saber de brincar. E se não existir num limite nessa idade, a conta pode chegar mais tarde. Sei lá, eu acredito um pouco nisso.

Eu lembro que às vezes detestava fazer coisas bobas que minha mãe fazia a gente seguir, mas chegou uma hora que essas regrinhas viraram rotina pra mim de tal forma que até hoje eu sigo cumprindo, mesmo sem ter nenhuma obrigação. E quando não faço, me sinto estranha hahaha...

Bom, vamos lá!
Vou listar aqui algumas das coisas que eu tinha que fazer e hoje percebo que fazem sentido:

1 - Separar roupas de ficar em casa e roupas de sair

Isso mesmo, eu tinha peças de roupas que era pra brincar em casa, pra passar o dia à toa em casa e as peças que eram mais bonitinhas e mais novas pra sair. Sempre que a gente saía eu tinha minhas roupas legais pra isso.
Quando não faz essa separação, a criança usa todas as roupas em casa, brincando, se arrastando no chão, manchando as roupas e quando precisa sair, as peças estão surradas, manchadas, velhas. Aí nunca tem roupas bonitinhas pra ir para os lugares legais.

2- Acordar e imediatamente lavar o rosto, escovar os dentes e ajeitar o cabelo

Minha mãe sempre dizia que ninguém é obrigado a conviver com uma pessoa com os olhos sujos, com bafo de quem acabou de acordar e o cabelo todo zoado. Então eu não podia ir pra sala ou pra cozinha, assim que acordava, sem antes passar no banheiro. Era obrigatório escovar os dentes e tirar o bafinho de sono, pentear os cabelos e lavar bem os olhos. Ah! Também tinha que tirar o pijama. Pijama é só pra dormir, não pra passar o dia todo com ele pela casa.

3- Nunca usar um sapato que pode ter ganhado de presente e que ficou grande no pé

Às vezes a gente ganha um par de sapatos de presente de alguém e fica um pouco maior que nosso pé. Minha mãe nuuuuunca deixou que a gente usasse o sapato maior que o pé. E nunca comprou também sapatos um número maior pra "durar mais". Até porque não faz sentido nenhum essa de durar mais: quando o sapato passa a servir certinho, ele já está todo destruído e praticamente nem dá mais pra usar de tão velho e feio. Ou seja, se você compra sapato maiorzinho do que o pé da criança pra ela usar por mais tempo, isso não tem nexo! Hahaha... Lembrando que estamos falando de criança e a gente sabe que eles correm, se esfregam no chão e isso gasta demais os sapatos. Então, comprar calçados só do tamanho do pé porque eles vão durar o tempo que devem durar.
Sem contar que sapato maior que o pé da criança às vezes machuca e é sempre muito feio ver como tá grande, desproporcional.

4- Comer somente sentada à mesa com a família

Sem essa de pegar o pratinho de comida e comer sentada no sofá assistindo televisão. Comida é pra comer na cozinha, sentada à mesa. Sala é pra ver TV, não pra comer qualquer coisa que seja.
Sem contar que corre o risco de sujar o sofá com comida né.

5- Chegar da escola e tirar o uniforme

Minha mãe nunca gostou que a gente chegasse da escola e ficasse de uniforme atééé a hora de tomar banho e ir dormir. Eu sinceramente não sei bem o porquê, mas faz sentido. Uniforme é uniforme de escola, não roupinha pra ficar brincando em casa. Sem contar que já chega da escola com a roupa bem suja, então o melhor é chegar em casa e colocar outra roupa (a de ficar em casa) e já por o uniforme pra lavar.

6- Não andar só de meias pela casa

Se você não quer que suas meias fiquem sempre velhas e encardidas, só não andar pela casa só com elas nos pés. Nossa mãe não é obrigada a ficar horas esfregando as meias encardidas. E se deixar, a criança destrói um par de meias em menos de um mês. Haja dinheiro pra comprar meias só porque a belezinha fica andando pra lá e pra cá com elas, sendo que tem chinelos e sapatos pra isso, né?! Acho melhor até andar descalço do que andar de meias. Pelo menos toma banho e limpa os pés, agora meia encardida já era!

7- Não deixar sapato nem meias pela sala

...Ou qualquer outro cômodo que não seja o seu quarto! Isso mesmo, sapatos e meias têm seus lugares e se eles não estiverem guardadinhos que estejam , no mínimo, no quarto. Ninguém é obrigado a andar pela sala tropeçando em pés de sapatos jogados pelo meio. Além de incomodar, é feio.

8- Usar pijamas para dormir

Dona Abigail (minha mãe) sempre comprou pijaminhas pra mim e nunca gostou que eu dormisse com qualquer roupa, menos ainda com a roupa que estava no corpo antes de ir pra cama. Dormir é um momento relaxante, tem que ter conforto e os pijamas são feitos pra isso! São tecidos leves, pouco elástico, sem estampas muito ásperas, sem muitos botões, justamente pra dormir confortavelmente.
E uma vez que você usa pijama pra dormir, você evita de deitar na cama com a roupa suja que estava usando durante o dia. Além do mais, dormir com roupa normal pode juntar pelinhos ou bolinhas na roupa e estragá-la mais rápido. No fim, tudo é uma questão de economia! Hahahaha...

9- Não subir na cama, nem no sofá, com os pés sujos

Essa é básica, né?! Quem é que gosta de deitar na cama pra dormir e sentir areia no lençol? Acho que ninguém... E pra evitar isso, é só não colocar os pezinhos sujos na cama. Também não suja o lençol e proporciona mais conforto e higiene na hora de dormir.
E o sofá, quando a gente coloca os pés sujos ou os sapatos em cima do sofá vai sujá-lo facilmente e eles não são coisas simples de limpar, né?! Também não são coisas que se troca de ano em ano. Então quanto mais cuidado tem, melhor se conserva o sofá. Deixando ele mais bonito e com aparência de novo por mais tempo. Sapatos e pés sujos além de encardirem o tecido do sofá, podem rasgar.

10- Arrumar a cama logo que acorda

Essa eu confesso que morriiiiiaaaa de preguiça. Nossa, eu detestava arrumar a cama. E sempre que perguntava "pra que arrumar isso se à noite vou dormir e vai desarrumar tudo de novo?" minha mãe me dava uma resposta tão sem nexo que até hoje não faz sentido pra mim "porque se chegar alguma visita em casa e ela ver sua cama assim, imagina que vergonha, que quarto relaxado, bagunçado!!!". Como assim chegar uma visita e ver minha cama? Por que motivo a visita iria até meu quarto? Naõ faz sentido mesmo!! Hahahaha... Seria mais fácil ela dizer que era simplesmente para deixar o quarto arrumadinho e bonito.
Hoje em dia eu confesso que são poucas as vezes que eu estendo a cama direitinho. Normalmente ela fica toda bagunçada. O máximo que eu faço é esticar o lençol - porque tenho birra de lençol todo embolado, ele tem que ficar bem esticadinho pra quando for dormir ter conforto! Hahahah...
Mas confesso também que sempre que arrumo a cama dá uma satisfação em ver o quarto arrumadinho, a cama bonita e certinha. Dá até um certo ânimo.

Tem muitas outras regrinhas que minha mãe fazia a gente seguir em casa, mas que não me lembro agora, ou que não me marcaram tanto, ou não fazem mais tanto sentido assim pra mim hoje.

Acho extremamente importante impor limites e regras na vida das crianças, elas precisam de rotina e de segurança. Quando a gente cresce cumprindo essas coisas, a vida fica mais fácil, mais organizada e isso pode refletir até no nosso trabalho e na nossa vida em sociedade. Quantos casais não brigam por aí só porque um deles deixa a toalha molhada em cima da cama? Se tivesse aprendido a colocar a toalha no lugar certo enquanto criança, evitaria esses atritos bobos. Depois de grande é um pouquinho mais difícil definir hábitos.

eu e a senhora minha mãe, que não podia ter sido melhor pra mim! <3

você também pode gostar:

0 comentários

fala comigo! :)