Fazer Café #1 - AeroPress

28.3.16

Eu não bebo café. Isso talvez não seja novidade pra você que leu este post. Mas se é novidade, repito aqui que o nome do blog é um reflexo da união que aconteceu na minha vida: eu e meu marido. Eu sou o sorvete e ele o café.

Desde que o conheço, ele gosta bastante dessa bebida quente, escura e amarga. Não só gosta como entende de intensidade, de torra do grão, métodos de preparo... E apesar de não beber, aos pouquinhos fui aprendendo com ele ao frequentar diferentes cafeterias de São Paulo, ouvir a conversa dele com baristas, observar os instrumentos que temos em casa e questionar as particularidades. Fui me encantando.

MÉTODOS DE PREPARO

Em casa temos alguns métodos de preparo como Hario V60, AeroPress, Prensa Francesa, Coador de Pano, Máquina de Expresso, Cafeteira Italiana. Ainda existem muitos outros no mercado que até eu tenho vontade de comprar. Aos poucos estamos aumentando nossa "coleção" de métodos de preparo - digo "nossa" porque eu gosto dessa variedade, dessa cultura do café. Cada método é singular. É interessante.

Duca prepara a bebida dele e sempre me explica o que tal método proporciona: um permite a passagem do óleo do café, o que altera o sabor. O outro retém esse óleo. Outro tem formato que faz com que a água escorra diferente, agregando no sabor e por aí vai.

Pensando nessa riqueza que é o assunto café e suas formas de preparo, decidi fazer alguns posts apresentando pra vocês como o marido bebe café aqui em casa. E o primeiro método foi um dos preferidos dele ultimamente: a AeroPress.


AEROPRESS

Esse dispositivo para infusão de café foi criado em 2005 por um inventor de brinquedos dos Estados Unidos, Alan Adler. Veja aqui um vídeo contando um pouco da história dele e suas invenções. É em inglês :( mas vale ver pelas imagens!

A AeroPress é basicamente constituída por dois cilindros, sendo que um se encaixa dentro do outro e possui uma espécie de borracha. É tipo uma seringa. Tem também um pequeno filtro de papel. O café fica embebido na água dentro de um dos cilindros, aí o outro é pressionado e essa água com o café passa pelo filtro descartável, extraindo a bebida no copo. Parece confusa a forma como eu expliquei. Deu pra entender? hahaha...

O que tornou esse método popular entre os amantes de café é que o resultado final fica característico por conta da pressão de ar que é exercida no preparo, extraindo melhor o sabor. Usa uma moagem mais fina do grão e tem um tempo de preparo bem curto.

Duca conta que esse método "tem a pureza do café filtrado, mas pelo fato de se pressionar a água para passar pelo filtro, você consegue extrair os óleos do café, que no filtrado ficam no filtro de papel. Na AeroPress eles passam por causa da pressão."

Pra ele, "a AeroPress faz um café como a prensa francesa, mas com a pureza do filtrado".

Ainda tem duas formas de preparar: deixando a infusão por alguns minutos, como na foto, e depois invertendo para dentro do copo; ou já colocar o pó e a água no cilindro já encaixado no copo, aí é só pressionar.

O bolo é acompanhamento indispensável. Duca sempre toma café sem açúcar acompanhado de algum doce.
Se você é de São Paulo e quer experimentar um cafézinho preparado na AeroPress, tem alguns lugares que o Duca recomenda:
Soul Café - Rua Algusta, 1524, Loja 6 - Consolação
Urbe Café Bar - Rua Antônio Carlos, 404 - Consolação
Coffee Lab - Rua Fradique Coutinho, 1340 - Pinheiros

E caso você seja uma pessoa super apaixonada por café e já quer adquirir uma AeroPress, no Coffee Lab vende. Mas, infelizmente, com a alta do dólar, o preço não vai estar nada agradável como o aroma do café. Há algum tempo, quando o dólar estava mais baixo, Duca aproveitou a ida de uma amiga aos Estados Unidos e fez a encomenda. Ah, você também pode comprar pelo próprio site da AeroPress.

O PÓ QUERIDINHO

O pó de café da foto, utilizado nesse preparo, é o preferido do Duca ultimamente. Compramos ele no Soul Café. É um Bourbon Amarelo, torra clara, o que mantém as características mais frutadas do café.

A moagem para AeroPress é fina, mas ele tem pedido uma moagem - que é feita no próprio Soul - intermediária, entre a utilizada na AeroPress e na Prensa Francesa, e tem dado muito certo.

EU E O CAFÉ

Como disse no começo, não bebo café, mas gosto de tudo o que envolve essa cultura. Explicaria minha relação com essa bebida como a do personagem Colin, no livro Teorema Katherine:


Ah! Ainda vou fazer posts com dicas de cafeterias também! ♥

você também pode gostar:

0 comentários